Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Forbes descobre três novos bilionários brasileiros; saiba quem são

De origem humilde, os fundadores da empresa catarinense WEG têm mais de 80 anos e são avessos aos holofotes

Por Da Redação 6 dez 2013, 13h42

O sucesso da fabricante de motores WEG, criada em 1961 na cidade catarinense de Jaraguá do Sul, resultou no surgimento de três novos bilionários da lista da publicação americana Forbes. Os fundadores da companhia Eggon da Silva, Werner Ricardo Voigt e Lilian Werninghaus (viúva do terceiro fundador da empresa, Geraldo, falecido em 1999) acabam de ser incluídos no ranking de bilionários brasileiros com um patrimônio avaliado em 1,4 bilhão de dólares cada.

A WEG começou como uma pequena fabricante de motores e se transformou numa multinacional do setor de equipamentos e componentes para o setor elétrico com mais de 27 mil funcionários em 24 países, sendo que em nove deles, a companhia possui plantas de fabricação de motores. Em dezembro de 2012, a WEG entrou no setor de tintas com a compra da Stardur Tintas Especiais.

Leia também:

Conheça os ricaços que não deixarão suas fortunas para os filhos

Forbes, enfim, tira Eike Batista de sua lista de bilionários

Eggon da Silva e Werner Voigt, de 84 e 83 anos, respectivamente, já não trabalham no dia a dia da empresa e tampouco fazem parte do conselho de administração. A tarefa foi repassada aos seus herdeiros. Decio da Silva, filho de Eggon, é o atual presidente do conselho. A viúva de Werninghaus, de 78 anos, também não tem qualquer envolvimento com a gestão do negócio. Os três sócios são de origem humilde e criaram a empresa sem a participação de nenhum grande grupo. Também são avessos aos holofotes e, procurados pela Forbes, não quiseram comentar a entrada na lista de bilionários.

Continua após a publicidade
Publicidade