Clique e assine com 88% de desconto

Fluxo de dólares no país recua 74,3% em 2012

Dados do Banco Central mostram queda na receita com exportações e menor apetite do investidor estrangeiro pelo Brasil

Por Da Redação - 3 jan 2013, 13h07

O saldo do fluxo cambial – diferença entre a entrada e a saída de dólares – no país encerrou 2012 com queda de 74,3% ante o ano anterior, segundo dados divulgados pelo Banco Central. Faltando apenas um dia útil para ser contabilizado (o levantamento vai até 28 de dezembro), o fluxo ficou positivo em 16,75 bilhões de dólares no ano passado, o que representou uma queda expressiva ante o resultado de 65,28 bilhões de dólares de 2011.

Ao longo de 2012, entraram 8,37 bilhões de dólares pela via comercial e 8,38 bilhões de dólares no segmento financeiro. No ano anterior, 43,95 bilhões de dólares haviam entrado no país por meio de operações comerciais (exportações) e 21,33 bilhões de dólares haviam chegado via mercado financeiro.

Os dados do BC mostram não só a queda nas vendas externas de commodities brasileiras, como também o menor apetite do investidor estrangeiro em trazer recursos ao Brasil. A receita com exportações ficou em 224 bilhões de dólares em 2012, ante 251 bilhões de dólares registrados no ano anterior.

Leia também:

Publicidade

Com reformas de Dilma, Brasil não é mais porto seguro

Dólar fecha o ano cotado a R$ 2,044, com alta de 9,43%

Dezembro – Em dezembro até o dia 28, a saída de dólares do país superou a entrada em 6,75 bilhões de dólares. Trata-se do quarto mês do ano em que o fluxo cambial fica negativo. As operações comerciais responderam por uma saída líquida de 4,27 bilhões de dólares no período. As vendas ao exterior somaram 15,45 bilhões de dólares e as importações, 19,73 bilhões de dólares.

No segmento financeiro, que inclui investimentos estrangeiros entre outras operações, o saldo ficou negativo em 2,48 bilhões de dólares no mesmo período. O número é a diferença entre a entrada de 40,95 bilhões de dólares e a saída de 43,43 bilhões de dólares. Esses dois valores são os maiores desde dezembro de 2011 para esse segmento.

Publicidade

Reservas – Os dados divulgados pelo BC também mostram que as reservas internacionais caíram 34 milhões de dólares no dia 31 de dezembro em relação ao dia 28 e fecharam o ano em 378,613 bilhões de dólares. No ano, as reservas subiram 26,601 bilhões de dólares, ou 7,56%. O montante passou de 352,012 bilhões de dólares no fim de 2011 para 378,613 bilhões de dólares em 31 de dezembro de 2012, no conceito de liquidez internacional.

A alta reflete, entre outros aspectos, a oscilação do valor de mercado dos ativos que compõem as reservas, como os títulos da dívida dos Estados Unidos e outros países, e as compras de moeda feitas entre fevereiro e maio do ano passado.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade