Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fitch rebaixa nota da Grécia ante risco de saída da zona do euro

Atenas, 17 mai (EFE).- A agência de classificação de risco Fitch rebaixou nesta quinta-feira a nota de crédito a longo prazo da Grécia de B- para CCC, devido ao ‘elevado risco’ de o país sair da zona do euro.

‘A forte representação dos partidos ‘antiausteridade’ nas eleições parlamentares de 6 de maio e a consequente incapacidade para formar governo acentuam a falta de apoio público e político ao programa da União Europeia (UE) e ao Fundo Monetário Internacional (FMI)’, argumenta Fitch em comunicado.

A agência considera ‘provável’ que Atenas deixe a união monetária caso as próximas eleições do dia 17 de junho não resultem em um governo com um mandato para continuar com o programa de ajustes do FMI e da UE.

‘A saída grega poderia resultar em uma falta de pagamento generalizado no setor privado, assim como nas obrigações soberanas denominadas em euro’, acrescenta.

A contagem regressiva para as novas eleições legislativas na Grécia dentro de um mês começou nesta quinta-feira com a posse do governo interino e a formação do Parlamento, em um clima de azeda disputa política e piora das condições econômicas.

Devido à incapacidade dos partidos escolhidos no pleito de maio para pactuar uma coalizão de governo, o presidente do Conselho de Estado, o jurista Panayotis Pikrammenos, de 67 anos, lidera um Executivo que tem por missão a gestão do Estado até as novas legislativas.

A incerteza política e econômica também fez com que desde as eleições de maio aumentasse a retirada de depósitos dos bancos gregos em quantias milionárias. EFE