Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fitch corta ratings de Itália, Espanha e outros países

NOVA YORK, 27 Jan (Reuters) – A agência de classificação de risco Fitch Ratings rebaixou nesta sexta-feira as notas de crédito soberano da Itália, Espanha, Eslovênia, Bélgica e Chipre, indicando que há uma chance em duas de mais cortes do rating nos próximos dois anos.

Em comunicado, a Fitch informou que esses países possuem vulnerabilidade no curto prazo a choques monetários e financeiros. “Consequentemente, essas dívidas soberanas, na visão da Fitch, não agregam os benefícios integrais do status do euro como moeda de reserva”, afirmou a agência.

A Fitch reduziu a classificação da Itália de “A+” para “A-“; da Espanha de “AA-” para “A”; da Bélgica de “AA+” para “AA”; da Eslovênia de “AA-” para “A”; e do Chipre de “BBB” para “BBB-“, o que coloca a nação apenas um nível acima do grau especulativo.

O rating da Irlanda, de “BBB+”, foi mantido. A Fitch atribuiu a todos os ratings perspectivas negativas.

“De modo geral, as mudanças de hoje nos ratings balanceiam a deterioração marcada das projeções econômicas e tanto as iniciativas substanciais na política de nível nacional com o fim de lidar com desequilíbrios macrofinanceiros e fiscais, quanto o sucesso inicial da operação de refinanciamento do BCE (Banco Central Europeu), de três anos, em aliviar pressões soberanas e de financiamento bancário a curto prazo”, informou a Fitch.

(Reportagem de Rodrigo Campos, Daniel Bases e Pam Niimi)