Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Fed injeta mais de US$ 1 tri no mercado para conter pânico com coronavírus

Após acionar 'circuit breaker' por duas vezes no pregão desta quinta-feira, 12, Ibovespa recupera parcialmente perdas com intervenção do BC dos EUA

Por Felipe Mendes Atualizado em 12 mar 2020, 16h13 - Publicado em 12 mar 2020, 15h13

O Federal Reserve (Fed), o banco central americano, decidiu intervir mais uma vez e anunciou um programa de oferta de liquidez avaliada em mais de 1 trilhão de dólares por meio de duas operações de compras reversas para amenizar as perdas ocorridas pela crise do novo coronavírus (Covid-19). A empreitada ocorreu após perdas significativas nas bolsas americanas, que chegaram a registrar as maiores perdas desde 1987. O Dow Jones, por exemplo, chegou a cair quase 10% e entrar em circuit breaker, quando as negociações são paralisadas. Este foi o segundo dia consecutivo e a terceira vez nesta semana o Fed decidiu intervir no mercado. 

Depois da intervenção, as bolsas americanas tiveram ligeira recuperação, e operam com queda na casa dos 7%. A atuação do Fed também repercutiu na bolsa brasileira. O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3, derreteu, chegando a registrar queda acima de 19,5%. Por duas vezes durante o pregão, o circuit breaker, mecanismo que paralisa as negociações, foi acionado para conter a desvalorização. Tudo indicava que um novo circuit breaker estava a caminho, mas após o anúncio do Federal Reserve, as perdas passaram a ser menores. Por volta das 15h07, a bolsa caía 13,77%.

A crise no mercado financeiro mundial afundou depois de declarações do presidente dos EUA, Donald Trump, que anunciou a suspensão de viagens entre o país e a Europa para conter a disseminação do vírus. A dura medida gerou nervosismo dos mercados, que passaram a estimar consequências ainda maiores para a economia devido ao surto.

Economistas americanos ainda estimam que o Fed pode cortar para 0% a sua taxa de juros nos próximos dias para estimular a economia global. Recentemente, o BC dos EUA realizou um corte extraordinário de 0,25 ponto porcentual nos juros para tentar combater a crise econômica causada pelo coronavírus. Em todo mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde, a pandemia já matou ao menos 1.130 pessoas.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade