Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fabricante de guitarras Gibson pede recuperação judicial

As dívidas foram adquiridas após a compra de parte da holandesa Philips por 135 milhões de dólares

A Gibson Brands, fabricante americana das guitarras usadas por B.B. King e Elvis Presley, registrou pedido de recuperação judicial nesta terça (1), com um plano para reorganizar suas operações sob o novo comando de seus credores.

A empresa, sediada em Nashville, cujos produtos incluem as lendárias guitarras Les Paul e SG, vem enfrentando dificuldade em meio a dívidas de 500 milhões de dólares.

A tentativa de diversificação da companhia, com vendas de sistemas de áudio para o público geral, por meio de sua filial Gibson Innovations, é a maior causa dessa situação extrema. A estratégia começou em 2014 com a compra da divisão de entretenimento da gigante holandesa Philips, por 135 milhões de dólares.

Em um registro com a corte de falências em Delaware, a Gibson disse que os negócios de eletrônicos de consumo para o mercado externo serão reduzidos, permitindo que a empresa volte sua atenção ao seu negócio principal de fabricação de guitarras e áudio.

O negócio de áudio inclui fones, mesas de som e caixas para músicos profissionais e amadores e engenheiros de som de marcas como KRK, Cerwin Vega e Stanton.

“Este processo será praticamente invisível para os clientes, que podem continuar confiando na Gibson para fornecer produtos e atendimento ao cliente incomparáveis”, disse o presidente-executivo Henry Juszkiewicz em um comunicado.

Juszkiewicz adquiriu a empresa em 1986. Sob o plano de reestruturação, credores incluindo SilverPoint Capital, Melody Capital Partners LP e fundos afiliados ao KKR Credit Advisors vão trocar dívida por participação acionária na empresa reorganizada.

A Gibson disse que as vendas de suas guitarras cresceram 10,5% em relação ao ano anterior nos últimos 12 meses até janeiro, totalizando 122 milhões de dólares. A empresa, que vende 170.000 guitarras anualmente em mais de 80 países, foi fundada em 1894.

A Gibson Brands também possui os pianos Baldwin, criados em 1862 e adotados por vários grandes nomes como Igor Stravinsky, Leonard Bernstein, Ray Charles e Dave Brubeck.