Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Espanha: mais consumidores esperam passar o Natal para ir às compras

Por Por Daniel Silva - 3 jan 2012, 15h59

Consumidores eufóricos foram às compras nesta terça-feira para aproveitar descontos de até 50% oferecidos por lojistas para liquidar os estoques após as vendas de Natal.

Em um país onde o desemprego alcança mais de 21,5%, são cada vez mais numerosos os consumidores que esperam pelas reduções para comprar, dizem especialistas.

Esse período pós Natal – que significa 20% das vendas de roupa anuais – tem sido cada vez mais disputado pelos consumidores após três anos e meio de uma crise que castiga duramente os bolsos.

Este ano três quartos dos espanhois preveem gastar mais que no ano passado durante as quedas de início do ano, segundo uma pesquisa realizada ante 2.000 pessoas pela Federação de consumidores independentes.

Publicidade

Cada cliente pretende gastar em média 90 euros, 5,8% mais que em 2011, uma cifra que pela primeira vez está em alta desde que começou a crise, em 2008.

“Os hábitos de consumo mudaram com a crise e mais pessoas estão esperando o Natal passar para fazer suas comprar”, explica o diretor da associação de empresas de comércio têxtil (Acotex), Eduardo Vega.

“Há mais artigos sendo vendidos pela metade do preço este ano”, explica Raúl, um vendedor de 21 anos.

A associação de consumidores Asgeco, no entanto, adverte os compradores para que não caiam em tentação, limitando-se a comprar produtos realmente necessários.

Publicidade

“O consumidor não deve se deixar levar pela pressa e sim comparar preços em diferentes estabelecimentos”, diz.

Publicidade