Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Entrada em Congonhas aumenta valor da Azul

Fontes do setor acreditam que mudanças na distribuição de slots podem elevar arrecadação da companhia em IPO

Por Da Redação 28 Maio 2013, 13h51

A empresa aérea Azul chegará à Bolsa de Valores com preço maior se as mudanças na regulação do setor aéreo, que estão em estudo no governo, forem aprovadas antes de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), afirmaram à reportagem do jornal O Estado de S. Paulo quatro fontes do setor. A companhia registrou na última sexta-feira o seu pedido de abertura de capital à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o primeiro passo para a realização do IPO, estimado em cerca de 1 bilhão de reais.

O governo encerrou em março uma consulta pública para alterar as regras de distribuição de slots (horários de pouso e decolagem) no Aeroporto de Congonhas, que prevê basicamente a abertura do espaço para novas companhias aéreas, principalmente a Azul. A versão final do documento deve ser divulgada até o fim de junho, informaram na semana passada representantes do governo.

Leia também:

Aéreas se dizem contra revisão de slots em Congonhas

�Os investidores compram ações de olho em uma promessa futura de resultado. Com espaço em Congonhas e com o plano de aviação regional do governo, a perspectiva de resultado da empresa é muito melhor�, diz uma fonte de mercado.

A entrada em Congonhas adiciona valor à Azul porque lhe dá acesso ao mercado mais rentável do país, onde as companhias aéreas conseguem cobrar as maiores tarifas, explica o professor de transporte aéreo da USP, Jorge Leal Medeiros. �É o filé mignon do mercado doméstico�, explicou.

Apesar de admitir que o IPO da empresa tende a ser mais rentável com a entrada da Azul em Congonhas, uma fonte próxima a operação diz que o IPO não está atrelado às mudanças regulatórias do setor aéreo. �Os ganhos não dependem disso, mas certamente isso impulsionar o valor das ações.�

Leia ainda: Azul faz pedido de abertura de capital à CVM

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)