Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Embraer vê até US$ 14 bi em contratos no Oriente Médio

Por Da Redação 13 nov 2011, 09h26

A Embraer enxerga um potencial de mercado de US$ 14 bilhões para aviões de 60 a 120 passageiros no Oriente Médio, e vai reequipar com novos motores sua série E-Jet para manter a liderança nesse segmento, afirmou neste domingo Paulo Cesar de Souza e Silva, vice-presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial.

Os novos motores também podem exigir uma nova asa para os aviões, completou Souza e Silva em entrevista à imprensa na Dubai Air Show. “No nosso caso, é mais provável que precisemos de uma nova asa. Isso ainda está em avaliação”, disse ele.

“Estamos agora empenhados em conversar com nossos clientes. Gostaríamos de ver o novo E-Jet que eles querem ver”, completou ele, explicando que as negociações devem durar provavelmente um ano. A meta para a entrada em serviço da nova linha continua sendo 2018.

Publicidade