Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Eletropaulo lucra 77,8% menos no 2º tri ante 2º tri/2011

Por Da Redação
3 ago 2012, 20h31

Por Eduardo Magossi

São Paulo – A Eletropaulo registrou lucro líquido de R$ 56,6 milhões no segundo trimestre, queda de 77,8% frente aos R$ 255,4 milhões apurados no mesmo período de 2011. O balanço da companhia foi divulgado na noite desta sexta-feira.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortizações) atingiu R$ 243,5 milhões de abril a junho, recuo de 53,6% ante os R$ 525,2 milhões em igual intervalo do ano passado. O Ebitda ajustado foi de R$ 282,1 milhões, queda de 48,9%. A margem Ebitda ajustada diminuiu 11,6 pontos porcentuais, para 11,5%.

A receita líquida da companhia somou R$ 2,451 bilhões no segundo trimestre, crescimento de 2,5% em relação ao mesmo período de 2011, quando alcançou R$ 2,39 bilhões.

Continua após a publicidade

O mercado total na área de concessão da AES Eletropaulo avançou 2,5% no segundo trimestre na comparação com igual etapa de 2011, totalizando 11,529 mil gigawatts-hora (GWh).

Em seu relatório de resultados, a companhia destaca que os desempenhos das classes residencial e comercial, que cresceram, respectivamente, 7,1% e 3,0%, foram impulsionados pelos indicadores de renda real na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) e pelas vendas físicas no Estado de São Paulo, que continuaram a apresentar evolução no ano em comparação a 2011 e manutenção nos níveis de desemprego.

A classe industrial teve decréscimo de 3,2% no trimestre, devido à queda na produção e à saída de um grande cliente para a rede básica em novembro de 2011.

Continua após a publicidade

Desconsiderando o impacto de dias de faturamento e saída do cliente, o mercado total crescido 1,7% no trimestre.

No mercado cativo, cuja participação no mercado total da distribuidora é de 83%, a companhia registrou um crescimento de 4,1% no segundo trimestre ante igual período de 2011, totalizando um consumo de 9,515 mil Gwh.

Segundo o balanço, apesar do impacto negativo da migração de 52 clientes para o ACL (Ambiente de Contratação Livre), o mercado foi beneficiado por 2,4 dias a mais de faturamento. Desconsiderando o impacto de dias de faturamento e migração, o mercado cativo total indicaria uma expansão de 2,5% no trimestre.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.