Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Economistas elevam projeção de IPCA para 6,43% em 2014

Segundo boletim Focus, do BC, a estimativa para inflação em 2015 também foi elevada para 6,45%. Já o esperado para o PIB ficou praticamente estável

Economistas ouvidos pelo Banco Central (BC) para o relatório Focus desta semana elevaram as expectativas para a inflação oficial em 2014 e 2015. Neste ano, a estimativa passou de 6,40%, projetados na semana anterior, para atuais 6,43%, voltando a encostar no teto da meta do governo, de 6,50%. Há um mês, a taxa estava em 6,45%. Para 2015, a mediana das previsões foi alterada de 6,40% para 6,45%.

Já a média das projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) ficou praticamente estável nos dois anos: em 2014 passou de 0,21% para 0,20% e em 2015 se manteve em 0,80%.

Leia mais:

Mercado espera crescimento de apenas 0,21% em 2014

Holland: Inflação vai convergir para meta, mesmo com alta da gasolina

Pela 1ª vez em meses de outubro, Brasil fecha vagas de trabalho

No caso da Selic, não houve alteração em relação às projeções da semana anterior: a taxa esperada para este ano ficou em 11,50% e para o ano que vem, em 12%. A estabilidade das projeções ocorreu mesmo depois da sinalização do diretor de Política Econômica do BC, Carlos Hamilton, de que poderá aumentar o passo do aperto monetário. Na semana que vem, o Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne para definir a taxa básica de juros (Selic).

Sobre o dólar, os especialistas consultados elevaram pela quarta semana seguida suas perspectivas, a 2,55 reais no final deste ano, ante 2,53 reais. Para 2015, as contas também foram elevadas, a 2,65 reais, sobre 2,61 reais.