Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Economia da China mantém ritmo e cresce 7,7% em 2013

Índice divulgado nesta segunda-feira é igual ao de 2012, quando o Produto Interno Bruto (PIB) chinês chegou a seu nível o mais baixo nos últimos 14 anos

Por Da Redação 20 jan 2014, 02h23

A economia da China, a segunda maior do mundo, cresceu 7,7% em 2013, apontam os números oficiais divulgados nesta segunda-feira. O resultado significa uma expansão igual ao do ano anterior, quando o Produto Interno Bruto (PIB) chinês foi o mais baixo desde 1999, o que confirma o esfriamento gradual da economia do país à medida que se esgota o modelo de forte crescimento baseado no investimento com foco nas exportações.

Leia mais:

Balança comercial chinesa pode desacelerar neste ano

China tem alta de 12,8% no superávit comercial em 2013

Inflação na China atinge menor marca em 7 meses

Continua após a publicidade

Ainda assim, o PIB ficou 0,2 ponto percentuais acima do objetivo do governo, que tinha fixado como meta um crescimento de 7,5% para o ano passado. Segundo os dados do Escritório Nacional de Estatísticas, no quarto trimestre de 2013 a economia chinesa reduziu seu crescimento para 7,7%, depois de ter aumentado 7,8% no terceiro trimestre. No cômputo geral, o Produto Interno Bruto do país alcançou em 2013 56,88 trilhões de iuanes (9,31 trilhões de dólares).

Em nota, o Escritório Nacional de Estatísticas considerou que a economia “mostrou crescimento estável e moderado” mesmo diante de “condições externas e internas complicadas”. Com objetivo de mudar o modelo baseado nas exportações, responsável por taxas de dois dígitos no PIB da última década, as autoridades chinesas anunciaram ano passado uma série de profundas reformas para gradualmente deslocar o motor da economia para o consumo interno, possibilitando um crescimento estável a longo prazo.

Leia também:

China alfineta EUA e pede ao FMI mais poder para emergentes

Neste sentido, o governo informou que as vendas no varejo cresceram 13,1% em 2013 na comparação com o ano anterior, com um volume de 23,44 trilhões de iuanes (3,84 trilhões de dólares). Além disso, a produção industrial cresceu 9,7% no mesmo período, também segundo os dados oficiais.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade