Clique e assine a partir de 8,90/mês

Dow Jones fecha em baixa de 0,1%

Por Da Redação - 20 jun 2012, 18h37

Nova York, 20 jun (EFE).- O índice Dow Jones Industrial da Bolsa de Nova York fechou nesta quarta-feira em baixa de 0,1%, aos 12.824,39 pontos, num dia marcado pela decisão do Federal Reserve (Fed) dos Estados Unidos de prorrogar a ‘Operação Twist’ até o final de ano.

Já o seletivo S&P 500 caiu 0,17%, até os 1.355,69 pontos; enquanto o índice composto do mercado Nasdaq terminou em alta de 0,02%, aos 2.930,45 pontos

O pregão nova-iorquino recebeu com indecisão o resultado da esperada reunião de política monetária do Fed, que manteve as taxas de juros abaixo de 0,25% e que prorrogará a operação de troca de bônus a curto prazo por outros de maior duração no valor de US$ 267 bilhões até o final de ano.

O prolongamento da ‘Operação Twist’, lançada em setembro de 2011 e que terminaria neste mês, não satisfez as expectativas que os investidores depositaram sobre o banco central americano, por isso os componentes do Dow Jones terminaram divididos entre resultados positivos e negativos.

Do lado das perdas os destaques foram a fabricante de produtos para o lar Procter & Gamble (-2,93%), o produtor de maquinaria pesada Caterpillar (-1,88%) e o McDonald’s (-1,06%).

Continua após a publicidade

A cadeia de fast-food registrou queda no mesmo dia em que seu principal rival, Burger King, retornou à Bolsa de Nova York (NYSE) após dois anos com uma alta de 3,52%, até os US$ 15,01 por ação.

Do lado positivo, destaque para o banco JPMorgan Chase (3,02%), que anunciou que se desfez da maioria das controvertidas posições que causaram perdas de US$ 2 bilhões à instituição.

Também fecharam em alta no Dow Jones as tecnológicas Cisco (1,92%), Hewlett-Packard (1,68%), a cadeia de varejo Wal-Mart (1,05%) e a financeira American Express (0,88%), entre outras.

No mercado Nasdaq, caíram o Facebook (-0,97%), Google (-0,69%), Amazon (-0,45 %) e Apple (-0,28 %), enquanto subiram Dell (0,99%), Yahoo! (0,58 %), entre outras.

Em outros mercados, o petróleo desceu para US$ 81,8 por barril, o ouro desceu a US$ 1.607,9 a onça, o dólar perdia valor frente ao euro (que era cotado a US$ 1,2700) e a rentabilidade da dívida pública americano a dez anos progredia para 1,65%. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade