Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dow Jones fecha acima dos 15 mil pontos pela primeira vez na história

Marca recorde foi influenciada pelo anúncio de dados sobre a indústria da Alemanha, que obteve um desempenho melhor que o esperado em março

O Dow Jones, principal índice de Wall Street, fechou nesta terça-feira com uma alta de 0,58%, terminando acima da barreira dos 15 mil pontos pela primeira vez na história.

Este índice, que reúne 30 das maiores empresas americanas, somou 87,31 pontos e fechou aos 15.056,20, valor inédito desde a sua criação, há 117 anos.

A quebra da barreira dos 15 mil pontos já era esperada em Wall Street. Na última sexta-feira, o índice quase atingiu a marca histórica, mas ficou nos 14.973,96 pontos. Na ocasião, dados sobre a melhora do mercado de trabalho norte-americano fizeram com que o índice atingisse sua pontuação recorde até então.

Desta vez, a notícia que influenciou a alta do Dow Jones foi relacionada a dados positivos sobre a Alemanha, que anunciou o crescimento de 2,2% nas encomendas a indústria em março. O resultado superou as expectativas, que apontavam uma retração de 0,5%.

Outro índice de Wall Street, o S&P 500, também atingiu uma marca recorde. Nesta terça, com uma alta de 0,52% (8,46 pontos), o índice chegou a 1.625,96 pontos. Por outro lado, o índice Nasdaq teve um desempenho mais tímido: regisrou alta de 0,11% e fechou em 3.396,63.

Leia ainda: Do primeiro impulso à bolsa de valores, a história de quatro startups brasileiras

Empresas de Eike derreteram 17,7% na bolsa de valores em 2013

A euforia da bolsa, na qual também influiu o corte das taxas de juros anunciado pelo Banco da Reserva da Austrália, fez com que 23 dos 30 componentes do Dow Jones terminassem em alta, liderados por Caterpillar (2,51%), JPMorgan (1,99%), Verizon (1,67%) e Walt Disney (1,55%).

O lado negativo foi puxado pelas tecnológicas Cisco (-2,07%) e Microsoft (-1,3%), esta última após anunciar que atualizará o Windows 8 ainda este ano para regular os problemas apresentados pelo sistema operacional.

Em outros mercados, o ouro caiu para 1.448,8 dólares a onça.

Leia também:

Mesmo sem retomada econômica, índice Dow Jones bate recorde histórico

Índice Dow Jones bate recorde histórico e deixa crise para trás