Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dólar fecha a 1,845 real, maior valor desde junho de 2010

Moeda chegou a subir 3,39%, para 1,85 real; após anúncio do novo programa de estímulo à economia americana e a aprovação de novas medidas fiscais na Grécia

Por Da Redação 21 set 2011, 16h53

A tendência de valorização do dólar comercial acentuou-se nesta quarta-feira, com a cotação chegando a ultrapassar 1,85 real. No fim do dia, o dólar comercial fechou a 1,845 real, com alta de 2,84%.

O movimento foi motivado pelas diversas novidades no setor financeiro, que não foram bem recebidas pelo mercado, como a decisão do banco central americano, o Federal Reserve (Fed), de trocar títulos do Tesouro de curto prazo por papéis mais longos, num total de 400 bilhões de dólares, e a aprovação das medidas de austeridade na Grécia. Nesta quarta-feira, a agência de classificação de risco Moody’s também trouxe outra má notícia aos investidores: o rebaixamento das notas das dívidas do Bank of America e do Wells Fargo, dois importantes bancos dos Estados Unidos.

Por volta das 15h45, a moeda americana subia 3,39%, atingindo a máxima do dia, a 1,851 real.

Só no mês de setembro, o dólar acumula valorização de 15,75%.

A moeda também está se apreciando ante o euro, que perdeu -0,0497% nesta quarta-feira ante o dólar.

Leia mais:

Leia mais: Dólar sobe com temor sobre Europa, não por mérito do governo

Continua após a publicidade
Publicidade