Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma garante que aeroportos estão preparados para Copa

A presidente, no entanto, voltou a admitir que alguns aeroportos ainda estão obras e que parte delas não estaria pronta para os jogos

A presidente Dilma Rousseff garantiu nesta segunda-feira que os aeroportos estarão preparados para receber os turistas durante a Copa do Mundo, apesar de alguns ainda estarem em obras. “Garanto que nossos aeroportos estão preparados para a Copa do Mundo. Vamos receber todos muito bem”, afirmou Dilma em seu programa de rádio semanal, Café com a Presidenta.

Os aeroportos das sedes passaram por reformas nos últimos meses, mas muitas obras ainda não foram concluídas. O próprio governo admitiu que parte delas não estaria pronta para a Copa. “No aeroporto de Confins, em Minas Gerais, até o final do mês vamos concluir as obras do Terminal 3, no pátio e a reforma do saguão do Terminal 1. Tanto o aeroporto de Confins quanto o aeroporto do Galeão vão ter outras obras de ampliação, mas elas não são para a Copa, serão obras permanentes para atender ao aumento de passageiros de todo o Brasil”, disse a presidente.

Na terça-feira, Dilma vai inaugurar o Terminal 3 do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, que tem capacidade para 12 milhões de passageiros por ano. O novo terminal entrou em operação no dia 11 de maio e é destinado exclusivamente aos voos internacionais, com o objetivo de descongestionar o transporte aéreo durante a Copa. “Quem passar hoje pelos aeroportos da maioria das nossas capitais vai notar que a poeira e o barulho estão diminuindo, e os tapumes estão sendo retirados para dar lugar a instalações modernas e confortáveis”, acrescentou a presidente. Ela ressaltou que os aeroportos estarão prontos tanto para os turistas quanto para os brasileiros.

Leia também:

Obras no aeroporto de Viracopos voltam a ser interditadas

Anac prevê multas em caso de atrasos durante a Copa

Governo anuncia plano para prevenir apagão no Galeão

Dilma também lembrou que, desde 2003, o número anual de passageiros passou de 33 milhões para 111 milhões, um crescimento que atribuiu ao aumento de renda dos brasileiros. Além disso, destacou que o governo está investindo 7,3 bilhões de reais na expansão de 270 aeroportos no interior do país a fim de descentralizar e facilitar o fluxo de passageiros. “Assim, quem está longe dos grandes centros vai, progressivamente, poder pegar um avião a menos de 100 quilômetros de onde mora ou trabalha. Já concluímos os estudos de viabilidade de 163 aeroportos e agora estamos na fase de elaboração dos projetos de engenharia”, explicou.

Segundo a presidente, as licitações das obras começarão em junho e seguirão ao longo de todo o segundo semestre deste ano.

(com agência EFE)