Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Dez países que superam o Brasil no ranking da S&P — e que você nunca imaginaria

Por Eduardo Gonçalves 28 jul 2015, 20h55

O que o governo tanto temia se aproxima cada vez de virar realidade. Nesta terça-feira, a agência de classificação de riscos Standard & Poor’s (S&P) revisou a perspectiva do rating (nota de crédito) do Brasil de estável para negativa. Com a alteração, o país, cuja nota é BBB -, fica mais perto de perder o selo de bom pagador, que é pré-requisito para muitos fundos estrangeiros aportarem seus recursos no país. Em outras palavras, sem o certificado, o Brasil terá de pagar juros mais caros para conseguir se financiar no exterior.

Além de ser um golpe duro para a equipe econômica da presidente Dilma Rousseff, que tentava a todo o custo reconquistar a confiança dos investidores estrangeiros, a mudança na perspectiva coloca o país em uma posição delicada no cenário externo. Nações consideradas mais pobres do que o Brasil – com o índice de Desenvolvimento Humano (IDH) mais baixo -, como Cazaquistão, Botswana e Colômbia, apresentam notas melhores na agência. Confira na lista abaixo dez países, que não integram a lista de desenvolvidos, mas superam o rating brasileiro.

Por outro lado, é importante destacar países que se igualam ao Brasil na avaliação da S&P: Índia, Itália, Marrocos, Romênia, África do Sul e Azerbaijão.

LEIA MAIS:

Risco de rebaixamento leva dólar à 5ª sessão de alta

Moody’s: instabilidade política afeta investimentos no Brasil

Moody’s visita o Brasil e deve rebaixar nota do país

Continua após a publicidade
Publicidade