Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Desemprego na Espanha cai para 24,5% no 2º trimestre

Período foi marcado pela forte criação de empregos, com a abertura de 402.400 postos de trabalho

O número de desempregados na Espanha recuou em 300 mil no segundo trimestre de 2014, durante um período marcado pela forte criação de empregos, mostraram dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE). A taxa de desemprego, uma das mais elevadas entre os países considerados desenvolvidos, caiu para 24,5% no segundo trimestre, de 25,9% no primeiro trimestre. Entre abril e junho, foram criados 402.400 postos de trabalho, o maior nível o auge do boom imobiliário espanhol em 2005.

Leia também:

Inflação da zona do euro atinge mínima em maio

Criação de empregos na zona do euro sobe 0,1% no 1º trimestre

Europa cresceu apenas 0,2% no 1º trimestre

Crescimento – Segundo economistas, a reforma no mercado de trabalho de 2012, que flexibilizou as regras para contratação e dispensa de trabalhadores, está começando a ajudar a economia espanhola. O banco central do país estimou na quarta-feira um crescimento de 0,5% no Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre, na comparação com os três meses anteriores. Se confirmada, essa será uma das maiores expansões da zona do euro.

(Com Estadão Conteúdo)