Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Desemprego cai e atinge 13,1 milhões no trimestre, diz IBGE

Taxa de desocupação foi de 12,6% no período entre junho e agosto, o que representou 658.000 desempregados a menos; há um ano, números eram menores

A taxa de desemprego caiu para 12,6% no trimestre encerrado em agosto, ante 13,3% no trimestre anterior, segundo o IBGE. O número indica que 13,1 milhões de pessoas não conseguiram trabalho no período – uma queda de 658.000 em relação ao registrado no trimestre terminado em maio. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua), divulgada nesta sexta-feira.

Na comparação com o mesmo trimestre de 2016, houve aumento tanto na taxa de desemprego (que era de 11,8%  entre junho e agosto) quanto no número de desempregados (12 milhões).

A queda no desemprego no trimestre encerrado em agosto foi puxada pela alta no trabalho informal e por conta própria, segundo os dados do IBGE. Enquanto o número de trabalhadores formais permaneceu estável em relação aos três meses anteriores – 33,4 milhões -,  houve crescimento na quantidade de trabalhadores sem carteira assinada – de 286.000 pessoas, para 10,8 milhões. E o número de trabalhadores por conta própria aumentou em 472.000 pessoas, para 22,8 milhões.

Desde janeiro de 2014, o IBGE passou a divulgar a taxa de desocupação em bases trimestrais para todo o território nacional. A nova pesquisa substitui a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), que abrangia apenas as seis principais regiões metropolitanas, e também a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) anual, que produz informações referentes somente ao mês de setembro de cada ano.