Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Déficit em conta corrente é recorde em janeiro

Por Eduardo Cucolo e Fernando Nakagawa

Brasília – O Brasil registrou déficit de US$ 7,086 bilhões em janeiro na conta corrente, uma das mais importantes contas do balanço de pagamentos, informou hoje o Banco Central (BC). O resultado negativo é o maior de toda a série histórica, iniciada em 1947. O déficit ficou dentro da estimativa de analistas consultados pelo AE Projeções, que esperavam resultado negativo entre US$ 6,2 bilhões e US$ 7,8 bilhões. O rombo foi maior do que a mediana das projeções, de déficit de US$ 6,9 bilhões.

A balança comercial apresentou resultado negativo de US$ 1,292 bilhão no mês. A conta de serviços registrou déficit de US$ 3,397 bilhões e as remessas de rendas somaram US$ 2,575 bilhões.

Os gastos com juros somaram US$ 1,627 bilhão em janeiro e contribuíram para o déficit recorde nas transações correntes no mês passado. Pesaram ainda remessas de lucros e dividendos no valor de US$ 981 milhões e gastos com viagens internacionais de US$ 1,335 bilhão no mês passado.

A dívida externa total estimada pelo BC passou de US$ 297,349 bilhões em dezembro para US$ 300,285 bilhões em janeiro. Se for descontado da dívida o valor das reservas internacionais e de créditos do Brasil, além dos haveres de bancos no exterior, o País continua credor internacional, no valor de US$ 79,282 bilhões.