Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Déficit da Itália será de 2% do PIB em 2012, afirma Monti

No primeiro trimestre, resultado negativo do setor público italiano foi de 8% do PIB, acima dos 7% dos primeiros três meses de 2011

O primeiro-ministro italiano, Mario Monti, disse nesta quarta-feira, em Roma, que o déficit público da Itália para 2012 será de 2% do PIB, e não de 1,3% como havia previsto. “A Itália está fazendo de tudo para alcançar a estabilidade. Para 2013 é esperado um excedente primário”, disse o primeiro-ministro.

Segundo Monti, essa é a razão “pela qual (o país) não pede ajuda” ao responder uma pergunta sobre a possibilidade de a Itália ter de recorrer aos fundos de ajuda europeus.

Monti liderou a ofensiva na União Europeia para conseguir que os fundos de resgate comprem a dívida dos países em dificuldade no mercado secundário. Para isso, teve de convencer chanceler alemã Angela Merkel, que era contrária à proposta, devido aos riscos para a solvência dos países mais fortes, como a Alemanha.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística italiano (Istat), no primeiro trimestre de 2012, o déficit público da Itália foi de 8% do PIB, acima dos 7% dos primeiros três meses de 2011. O número é o pior desde o primeiro trimestre de 2009, quando o déficit foi de 9,5% do PIB.

Em 2011, o déficit público italiano foi de 3,9% e o governo comprometeu-se a fechar este ano com um déficit de 1,3%, apesar de uma contração da economia de 1,2%.

(com Agence France Presse)