Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cultivos transgênicos crescerão 20,9% em um ano no Brasil, diz estudo

Rio de Janeiro, 6 dez (EFE).- As culturas transgênicas serão expandidas em 20,9% na atual colheita (2011-2012) no Brasil, até uma extensão de 31,8 milhões de hectares de plantações com sementes modificadas geneticamente, segundo estudo divulgado nesta terça-feira.

A análise, elaborada pela empresa de consultoria Céleres, aponta que 85,3% das plantações de soja do país será cultivada este ano com variedades de sementes transgênicas.

A soja, que aumentará o uso de sementes transgênicas em 16,7% este ano, é o principal cultivo do Brasil e o produto agrícola mais exportado pelo país, que tem a China como seu maior cliente.

Desde a aprovação em 2005 de uma lei para regular o setor, a área plantada de soja transgênica passou de 5 milhões de hectares (24% do total plantado naquele ano) a 21,4 milhões de hectares (85,3% do total) na campanha atual, de acordo com os dados da empresa.

No caso do algodão, as sementes transgênicas chegarão a 32,3% da área cultivada no final desta temporada, com um aumento de 26,1% com relação à colheita passada.

O milho aumentará o uso de transgênicos em 32% e a introdução deste tipo de sementes será expandida a 67,3% dos plantios.

De acordo com as últimas previsões oficiais, o Brasil vai recolher na colheita de 2012 157,5 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas e a área plantada chegará a 49,5 milhões de hectares.

A produção calculada para 2012 é ligeiramente inferior a calculada para deste ano, já que o Governo espera uma diminuição na produtividade da soja devido a fatores climáticos menos favoráveis em comparação aos de 2011, quando foi registrada uma colheita recorde de 157,9 milhões de toneladas. EFE