Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Coronavírus: Gasto do brasileiro no exterior cai 70% em 2020

Restrições de viagens e alta do dólar fizeram com que valor gasto no exterior fosse o menor em 15 anos, segundo o Banco Central

Por Larissa Quintino Atualizado em 27 jan 2021, 13h17 - Publicado em 27 jan 2021, 11h15

As restrições impostas pelo novo coronavírus, entre elas o fechamento de fronteiras e as restrições para viagens, fez com que os gastos dos brasileiros no exterior despencassem. No ano passado, as despesas somaram 5,394 bilhões de reais, segundo dados do Banco Central divulgados nesta quarta-feira, 27. Na comparação com 2019,  quando foram gastos 17,593 bilhões de reais, a queda foi de 69,3%. Além das restrições devido à pandemia, a desvalorização do real em relação ao dólar também é componente importante nessa equação.  

Com o aumento do risco fiscal brasileiro e a taxa de juros baixa, que culminou na fuga de investidores estrangeiros do país, o dólar subiu cerca de 30% em relação ao real no ano passado. Com a alta da moeda americana, as poucas viagens feitas por brasileiros ficaram mais caras, já que o valor de passagens aéreas e hotéis são cotados em dólar.

  • Segundo o BC, os gastos dos brasileiros no exterior em 2020 somaram o menor valor em 15 anos. Em 2005, eles somaram  4,719 bilhões de reais. 

    As despesas de estrangeiros no Brasil também registraram forte queda no ano passado. Elas somaram 3,044 bilhões de dólares, com recuo de 49,2% frente ao valor de 2019, de 5,9 bilhões de dólares.  Esse também foi o menor gasto de estrangeiros no Brasil, para um ano fechado, desde 2003 (2,478 bilhões de dólares), ou seja, em 17 anos.

    Continua após a publicidade
    Publicidade