Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conheça os dez endereços mais caros para viver na Europa

Kensington Palace Gardens, em Londres, está entre as regiões mais caras do continente, com metro quadrado no valor de 120 mil libras

Se o crescimento do mercado imobiliário no Brasil transformou bairros de classe média das principais capitais do país em redutos de milionários, na Europa, é possível encontrar endereços de valor proibitivo até mesmo para os ricaços que possuem coberturas em bairros como o Leblon, no Rio de Janeiro, ou a Vila Nova Conceição, em São Paulo, cujo metro quadrado custa 25 mil e 14 mil, respectivamente. Um estudo realizado pelas corretoras de imóveis Knight Frank e Engel & Volkers mostra que o valor do metro quadrado em locais como o Kensington Palace Gardens, em Londres, na Grã-Bretanha (local próximo da residência do príncipe William), pode ultrapassar 120 mil libras (cerca de 460 mil reais). Não à toa, um apartamento no bairro foi recentemente vendido por 528 milhões de reais, valor recorde para a capital inglesa.

Paris, a capital francesa, também aparece no levantamento. O triangulo formado pelas avenidas Montaigne, George V e Champs-Élysées corresponde à região mais procurada e valiosa da cidade, com o metro quadrado podendo custar mais de 40 mil euros (cerca de 120 mil reais). Zurique, Viena e Veneza também constam do ranking. Confira os dez endereços mais valiosos:

Leia também:

Conheça os dez melhores hotéis do mundo

As 10 cidades mais caras do mundo para se visitar

São Paulo desbanca Rio como melhor destino turístico do país; confira o ranking