Clique e assine a partir de 9,90/mês

Concessionária de Viracopos admite atraso em obras

Aeroportos Brasil Viracopos informou que apenas uma das quatro grandes obras será entregue como previsto na assinatura do contrato

Por Da Redação - 7 Maio 2014, 22h11

A concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, admitiu nesta quarta-feira que vai conseguir entregar completamente concluída apenas uma das quatro grandes obras que estavam previstas no contrato de concessão, assinado em fevereiro de 2012, com o governo federal.

Em nota, a Aeroportos Brasil Viracopos – formada pela Triunfo Participações, UTC Participações, Infraero e Egis Airport Operation – informou que apenas as adequações da pista de pousos e decolagens e das pistas de taxiamento já existentes estarão 100% prontas no dia 11 – data estipulada para entrega do novo terminal de passageiros.

Leia também:

Governo admite que ano foi difícil para companhias aéreas

Continua após a publicidade

O novo terminal, que terá capacidade para até 22 milhões de passageiros por ano, está com 92% das obras concluídas. O edifício-garagem com capacidade para 4 mil vagas, outro item contratual, está com 95% da estrutura montada e o novo pátio de aeronaves (com 37 posições) e as novas pistas para taxiamento de aviões estão com 97% das obras concluídas.

Pelo contrato, se a obra não for entregue dentro do prazo, a multa prevista é de 150 milhões de reais, mais 1,5 milhão de reais por dia de atraso. Na próxima semana, técnicos da Secretaria de Aviação Civil devem vistoriar os três primeiros aeroportos concedidos pelo governo federal em 2012 (Viracopos, Cumbica, em Guarulhos, e JK, em Brasília).

Leia ainda: Justiça determina que TAM altere programa de milhagem; saiba o que muda

Na nota, a concessionária ressalta que “apesar do pequeno atraso nas obras”, Viracopos estará preparado para receber as sete delegações da Copa do Mundo que usarão o terminal como base.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade