Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

China recorre à OMC para barrar novas tarifas americanas

Nesta quinta-feira, os Estados Unidos aplicaram outra sobretaxa de 16 bilhões de dólares em produtos chineses

Por EFE 23 ago 2018, 13h42

O Ministério de Comércio da China anunciou nesta quinta-feira que apresentou uma reivindicação na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a entrada em vigor de uma sobretaxa dos Estados Unidos sobre 16 bilhões de dólares em produtos chineses.

A queixa, da qual já tinham advertido as autoridades chinesas, chega no mesmo dia em que começam a ser aplicadas as tarifas dos Estados Unidos – em contrapartida, a China também aplicou taxas de cerca de 16 bilhões de dólares sobre as exportações americanas.

  • As tensões comerciais continuam apesar de os dois governos estarem em plena negociação em busca de uma saída para a guerra comercial. Na semana que vem, os países devem iniciar a quarta rodada de diálogos.

    É a segunda rodada de tarifas que os EUA impõem à China e soma-se às sobretaxas que entraram em vigor no último dia 6 de julho sobre 34 bilhões de dólares em importações do país asiático, uma medida que foi respondida então por Pequim com tarifas sobre um montante equivalente.

    Continua após a publicidade
    Publicidade