Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

China pede ‘sinceridade’ aos EUA em negociações comerciais

Na quinta-feira, o presidente Donald Trump intensificou a disputa com um decreto para enfraquecer a gigante chinesa de tecnologia Huawei

Autoridades chinesas informaram nesta sexta-feira, 17, que os Estados Unidos precisam mostrar sinceridade para manter negociações comerciais, depois que o presidente Donald Trump intensificou a disputa entre os países com um decreto que enfraquece a atuação do gigante chinês de tecnologia Huawei no país.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Lu Kang, disse que a China sempre encorajou a solução das disputas com diálogo e consultas.

“Devido a certas atitudes dos EUA, acreditamos que precisa haver uma demonstração de sinceridade”, disse ele. “Os EUA deveriam observar os princípios de respeito mútuo, da igualdade e do benefício mútuo, e também têm que manter sua palavra”, acrescentou Kang, sem dar mais detalhes sobre o assunto.

A China ainda não afirmou se vai retaliar contra a última medida dos EUA na tensão comercial, embora a mídia estatal tenha adotado um tom cada vez mais estridente, com o Diário do Povo do Partido Comunista publicando comentários de primeira página que evocam o espírito patriótico de guerras passadas.

Na quarta-feira 15, Trump declarou “emergência nacional” para firmar um decreto que proíbe empresas americanas de usar equipamentos de telecomunicações estrangeiros que coloquem em risco a segurança nacional. A medida, que parece visar a China, atinge em particular a Huawei.

As duas maiores economias do mundo travam uma disputa comercial que levou à adoção de tarifas sobre mercadorias, ampliando temores sobre riscos ao crescimento global e afetando os mercados financeiros.

(Com Reuters)