Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Casas Bahia vai permitir pagamento de carnê do crediário pelo celular

Com parceria, clientes terão acesso a carteira digital que permite quitar contas de água, luz, telefone e internet

Os clientes da Casas Bahia poderão pagar seus carnês de crediário por aplicativo. A mudança será possível a partir de uma parceria entre a Via Varejo, dona das Casas Bahia e Pontofrio, e a startup financeira AirFox Brasil.

O pagamento do carnê pelo aplicativo ainda não começou. Com a parceria, os clientes da Casas Bahia terão acesso a carteira digital que oferece alguns serviços, como pagamento de contas de água, luz, telefone e internet, assim como recarregar celulares pré-pagos ou o cartão de transporte público. Também será possível transferir dinheiro para outros clientes da Casas Bahia por QR Code.

Segundo o diretor financeiro da Via Varejo, Felipe Negrão, a parceria deve expandir o leque de clientes do aplicativo para 1 milhão de novos usuários mensais. “Com a tecnologia, também esperamos ter mais gente utilizando o carnê das Casas Bahia. Hoje, os acionistas da AirFox têm duas dificuldades: trazer clientes e ceder crédito de forma rentável. Nossa parceria tem um potencial gigantesco, mas precisa de usuários”.

Atualmente, a varejista realiza 3 milhões de transações de crediário por ano. Os clientes devem ter acesso ao pagamento digital do carnê daqui a dois meses. Além de facilitar a vida do consumidor, o novo sistema reduzirá custos de emissão de carnê da Via Varejo. “Em quatro meses, queremos ter um cartão pré-pago. Assim, o cliente põe dinheiro na carteira digital, pode fazer compras e usar nossos serviços”, afirma Negrão.

A parceria ainda deve criar um serviço de microempréstimo, segundo o presidente da AirFox, Victor Santos. “Nos últimos 16 meses, temos desenvolvido um algoritmo que usa machine learning para criar um modelo de crédito que ainda não existe no Brasil. Com a tecnologia, vamos conseguir aumentar o número de pessoas com acesso ao crédito e diminuir a inadimplência”.

Segundo ele, as novas leis brasileiras estão beneficiando as fintechs. “A AirFox e Via Varejo querem tornar-se instituições financeiras digitais, construindo um sistema eficiente para servir à população de baixa renda. E estamos começando com a carteira virtual”.

As conversas entre as empresas acontecem desde abril deste ano. A varejista tem o direito de adquirir 80% do capital da AirFox Brasil no prazo de três anos. Em comunicado ao mercado, a Via Varejo diz que a medida “aumenta os benefícios da parceria e garante o sucesso da operação”.