Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Campanha da Uber na Índia é acusada de machismo

A publicação incentivava os maridos a deixarem que as mulheres tirem um dia de folga da cozinha

Uma promoção do UberEats causou polêmica na internet no último domingo. A plataforma oferecia um desconto para o Dia de Apreciação da Esposa na Índia e incentivava os maridos a deixarem as mulheres tirarem um dia de folga da cozinha. A data é celebrada no dia 17 de setembro.

O código da promoção, “nocookingday”, disponibilizava um desconto de até 100 rúpias indianos (cerca de 4,86 reais) para compras acima de 400 rúpias (19,45 reais). A publicação causou indignação dos usuários – um deles questionou no Twitter o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, e a diretora de marca, Bozoma Saint John, pela iniciativa.

Na mensagem o rapaz diz “Seria ótimo se a sua empresa de 69 bilhões de dólares parasse de perpetuar estereótipos de gênero na Índia”.

Uma hora depois, Bozoma respondeu a mensagem afirmando que a publicação era “completamente inaceitável” e que iria dar um jeito na situação.

Apesar da resposta rápida, outros internautas replicaram o post, criticando a empresa.

Ainda no domingo, a Uber se desculpou aos usuários que questionaram a empresa: