Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bovespa sobe 2,99% em dois dias e fecha em 67 mil pontos

Por Alessandra Taraborelli

São Paulo – A Bovespa manteve o tom otimista da véspera e encerrou esta sexta-feira em alta de 1,45%, aos 67.781,60 pontos, maior pontuação desde 11 de abril de 2011 (68.164,36 pontos). Somente em dois dias de março o Ibovespa já acumula ganho de 2,99%. O movimento é atribuído, em parte, à farta liquidez internacional após a operação de empréstimo do Banco Central Europeu (BCE), realizada na quarta-feira. A ausência de notícias negativas no âmbito internacional também favoreceu a alta de hoje.

“Como há muita liquidez, os grandes investidores estão indo atrás de risco e a bolsa brasileira é uma opção atrativa”, avalia o agente autônomo da Diferencial Corretora Francisco Bertani.

Além disso, o aumento das expectativas de que a Selic seja reduzida em 0,75 ponto porcentual na reunião do Copom da próxima semana também anima os investidores de renda variável. “Queda de juro é sempre bom para a Bolsa. A expectativa de que o corte seja maior é ainda mais positivo”, destacou o analista da Stock Asset José Goés. De ontem para cá vem crescendo as apostas de que a taxa básica de juro caia para 9,75% ao ano. Até quarta-feira, o mercado de juros trabalhava apenas com a possibilidade de queda de 0,50 ponto porcentual.

Entre os destaques de maiores ganhos do pregão estão justamente ações de empresas que mais se beneficiam com o corte maior de juro, como as construtoras. Rossi Residencial ON subiu 6,98%; Klabin ON, +5,46%; e Cyrela ON, +3,95%. O setor bancário também aparece entre os melhores desempenhos desta sexta-feira. Bradesco PN (+1,52%), Itaú Unibanco PN (+1,34%), Banco do Brasil ON (+1,89%) e units do Santander (+3,18%). Na máxima do pregão, o Ibovespa atingiu 67.791 pontos (+1,47%) e, na mínima, 66.810 pontos (0,00%). Na semana, o índice acumula ganho de 2,79% e, no ano, de 19,43%.

As blue chips Petrobras e Vale fecharam no azul, na contramão das commodities. O papel ON da mineradora subiu 0,91% e o PNA, 0,81%. Já Petrobras ON 1,53% avançou e o PN ganhou 1,69%.Na Nymex, o contrato de petróleo com vencimento em abril fechou com queda de 1,65%, a US$ 108,84 o barril.

No lado negativo do Ibovespa estavam B2W ON (-5,60%) e Lojas Americanas ON (-4,43%). As duas empresas divulgaram balanço ontem, após o fechamento do mercado. A B2W encerrou o quarto trimestre de 2011 com prejuízo de R$ 28,8 milhões, o dobro do registrado em igual período do ano anterior. Já a Lojas Americanas registrou lucro consolidado de R$ 180,2 milhões, um aumento de 13,5% ante o mesmo período de 2010.