Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsas de NY abrem em queda em linha com exterior

Por Álvaro Campos

Nova York – As Bolsas de Nova York abriram em forte queda hoje, acompanhando as perdas acentuadas nos mercados globais. A baixa ocorre após a avaliação “sombria” feita ontem pelo Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) sobre a economia dos Estados Unidos. Às 10h45 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 3,05%, o Nasdaq recuava 2,72% e o S&P 500 tinha queda de 2,80%.

A turbulência nos mercados foi acentuada ontem após a afirmação do Fed de que existem riscos “significativos de baixa” para a economia norte-americana. Com a previsão negativa, os mercados de ações parecem nem ter dado bola para mais uma rodada de estímulo do banco central, que informou que vai comprar US$ 400 bilhões em Treasuries (títulos) de longo prazo até junho de 2014, em uma medida apelidada de Operação Twist. A ação visa reduzir os juros de longo prazo, impulsionando potencialmente a atividade econômica.

Hoje, o Departamento de Trabalho dos EUA divulgou que o número de trabalhadores que entraram pela primeira vez com pedidos de auxílio-desemprego caiu 9 mil na semana encerrada em 17 de setembro, para 423 mil. É a primeira retração em três semanas, e um recuou maior do que o previsto pelos analistas, que esperavam queda de 8 mil pedidos.

No entanto, o dado não foi suficiente para aliviar a onda de aversão ao risco que varre os mercados globais hoje. Na Europa, o índice pan-europeu Stoxx 600 tocou o menor nível em dois anos e na Ásia as bolsas fecharam em forte queda.As informações são da Dow Jones.