Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Bolsas de NY abrem em queda após discurso de Trichet

Por Da Redação 8 set 2011, 10h38

Por Luciana Antonello Xavier, correspondente

Nova York – As bolsas de Nova York abriram em queda hoje, mostrando que o investidor prefere esperar na defensiva pelo pacote de emprego que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, apresentará esta noite. Até porque, por enquanto, não há nenhum dado novo sobre a mesa que possa renovar as esperanças.

Às 10h36 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,26%; o S&P 500 tinha queda de 0,29% e o Nasdaq perdia 0,14%. Antes da abertura, os índices futuros das bolsas acentuaram as baixas após a fala do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet.

Obama falará a partir das 20 horas (de Brasília) e a expectativa é de que anuncie um pacote de cerca de US$ 300 bilhões em investimentos do governo e cortes de impostos, em mais uma tentativa de fazer brotarem empregos no terreno árido que é a economia neste momento.

Enquanto isso, mais trabalhadores entraram com pedido de auxílio-desemprego na semana passada. O número subiu 2 mil, para 414 mil, superando expectativa de alta de 1 mil pedidos. E o número da semana anterior foi revisado para cima, de 409 mil para 412 mil.

Na Europa, o BCE fez o que se esperava e manteve a taxa de juros de referência inalterada em 1,5% pelo segundo mês seguido, uma vez que houve deterioração adicional da crise da dívida da região. Segundo Trichet, as incertezas estão “particularmente altas”.

Continua após a publicidade
Publicidade