Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BCE mantém taxas de juros inalteradas em mínima histórica

Decisão já era esperada pelo mercado e tem como objetivo incentivar o consumo e tentar acelerar a inflação na zona do euro

O Banco Central Europeu (BCE) decidiu manter as principais taxas de juros inalteradas, depois da redução em março, a níveis historicamente baixos para tentar incentivar o consumo e acelerar a inflação. A taxa básica de juros permanece em zero, o que significa que os bancos podem voltar a obter financiamento gratuito com o BCE.

A decisão de manter taxas inalteradas era esperada por 60 analistas consultados em uma pesquisa da Reuters.

A taxa de crédito marginal, a que os bancos emprestam por 24 horas, permanece em 0,25%, enquanto a taxa depósito, que se aplica aos bancos que depositam no BCE o excesso de liquidez durante 24 horas, segue em -0,40%.

Os níveis mínimos devem estimular os bancos a emprestar às empresas, para estimular a economia e os preços.

“Se for necessário, usaremos todos os instrumentos disponíveis no nosso mandato”, afirmou o presidente do BCE, Mario Draghi, em entrevista coletiva em Frankfurt.

Nesse sentido, em junho, o BCE começará a comprar títulos emitidos por empresas da zona euro, uma das iniciativas para estimular preços e a economia na região, segundo Draghi.

Leia mais:

Acionistas da Sete Brasil decidem pedir recuperação judicial da empresa

BTG vende controle da Pan Seguros por R$ 700 milhões

(Com France-Presse e Reuters)