Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Balança brasileira tem menor superávit para outubro desde 2009

Valor registrado no mês passado foi de US$ 1,66 bilhões. Embarque de produtos manufaturados e semimanufaturados ao exterior bateu recorde para o mês

O superávit da balança comercial brasileira em outubro atingiu 1,66 bilhão de dólares, menor número para o mês desde de 2009 – quando o valor registrado foi de 1,32 bilhão de dólares. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O resultado é 29,5% menor que o verificado no mesmo mês de 2011. O destaque nessa base de comparação ficou por conta dos embarques de produtos manufaturados e semimanufaturados ao exterior, que bateram recorde para outubro.

As exportações somaram 21,76 bilhões de dólares no mês passado, com média diária de 989,4 milhões de dólares. As importações, por sua vez, chegaram a 20,10 bilhões de dólares, com média diária de 913,8 milhões de dólares. Pela média diária, as vendas ao exterior registraram queda de 10,6% em outubro na comparação com o mesmo mês de 2011. Mas as importações também recuaram no período, totalizando uma queda de 7,6%.

Leia mais:

Brasil perderá vantagens comerciais da União Europeia

Fim de mês – O saldo da balança na quarta semana do mês anterior ficou positivo em 441 milhões de dólares, segundo o Ministério. O número é resultado de vendas externas de 5 bilhões de dólares e importações de 4,56 bilhões de dólares. A média diária das exportações, no período, foi de 1 bilhão de dólares, enquanto a de compras de importados foi de 912 milhões de dólares.

O MDIC informou também que, na quinta semana do mês passado, que contou com apenas três dias úteis (29 a 31), as transações comerciais tiveram déficit de 88 milhões de dólares. No período, as vendas brasileiras somaram 2,58 bilhões de dólares, enquanto as aquisições de produtos do exterior totalizaram 2,66 bilhões de dólares.

No acumulado do ano até outubro, o saldo da balança comercial está positivo em 17,38 bilhões de dólares. O resultado é explicado pela diferença entre 202,36 bilhões de dólares exportados nos primeiros dez meses do ano e 184,97 bilhões de dólares importados em igual período. A média diária das vendas no ano até o mês passado foi de 959 milhões de dólares, o que implica queda de 5,5% na comparação com o mesmo período de 2011. Já a média diária das importações passou de 893,4 milhões de dólares para 876,7 milhões de dólares nessa base de comparação, com queda de 1,9%.

Manufaturado – A despeito da queda das exportações e do saldo, o governo comemorou o resultado. Segundo a secretária de Comércio Exterior do MDIC, Tatiana Prazeres, O Brasil nunca exportou tantos produtos manufaturados e semimanufaturados em meses de outubro como neste ano.

As vendas de manufaturados no mês passado, disse a analista, somaram 8,6 bilhões de dólares e de semimanufaturados, 3,5 bilhões de dólares. Os recordes anteriores foram vistos também em outubro dos anos de 2008 e 2011.

(com Estadão Conteúdo)