Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atividade industrial chinesa atinge máxima em cinco meses

PMI subiu para 50,8 pontos em maio, impulsionado pelo aumento das novas encomendas

A atividade industrial da China expandiu-se em maio no ritmo mais rápido do ano, impulsionada pela alta das novas encomendas. Segundo dados da Agência Nacional de Estatísticas, o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial subiu para 50,8 pontos em maio ante 50,4 pontos em abril, reforçando a visão de que a segunda maior economia do mundo está se recuperando no segundo trimestre, após medidas para impulsionar o crescimento. Expectativas do mercado apontavam para um PMI de 50,6 pontos.

“A leitura do PMI continuou a melhorar em maio, indicando que uma tendência de estabilização econômica está se tornando mais evidente”, disse o pesquisador do Centro de Pesquisa de Desenvolvimento, Zhang Liqun, em comunicado.

O subíndice de novas encomendas, medida de demanda externa e doméstica, avançou para 52,3 pontos em maio ante 51,2 em abril, atingindo o maior nível desde novembro do ano passado.

Leia também:

Produção industrial da China perde força em abril

China fica mais perto de virar a maior economia

Em desaceleração, China cresce 7,4% no primeiro trimestre

(com agência Reuters)