Clique e assine a partir de 8,90/mês

Arábia Saudita tem primeira campanha contra violência doméstica

Anúncio feito pela Memac Ogilvy foi encomendado pela Fundação Rei Khalid, que defende os direitos das mulheres no país

Por Da Redação - 26 abr 2013, 18h33

A Arábia Saudita veiculou, nesta semana, a primeira grande campanha publicitária contra a violência doméstica à qual muitas mulheres são submetidas no país. Lançada pela Fundação Rei Khalid, a campanha No More Abuse (sem mais abusos) foi assinada pela agência de publicidade Memac Ogilvy, que faz parte do grupo de comunicação internacional WPP, e mostra uma moça coberta por um véu, com um ferimento em um dos olhos. Abaixo, uma mensagem em árabe, cujo significado é, segundo o site Buzz Feed, “Algumas coisas não podem ser encobertas. Lutando juntos contra o abuso de mulheres”.

A Arábia Saudita tem um dos piores índices de igualdade entre gêneros do mundo. Em um estudo publicado pelo Fórum Econômico Mundial no ano passado, o país foi o 131° colocado entre as 134 nações pesquisadas. Lá, por diversas razões, a violência contra a mulher continua sendo encoberta. No entanto, uma campanha pioneira no país foi lançada para esclarecer a população local.

A propaganda foi lançada oito meses após outro momento marcante para a luta pelos direitos da mulher. Em agosto do ano passado, pela primeira vez na História, a Arábia Saudita autorizou a participação da corredora Sarah Attar e da judoca Wodjan Shahrkhani nos Jogos Olímpicos de Londres.

A Fundação Rei Khalid é administrada pela família do monarca saudita que governou o país entre 1975 e 1982. A instituição também atua em projetos de pesquisa, capacitação e desenvolvimento da população local.

Leia também:

Conquista feminina na Arábia Saudita

Arábia Saudita escolhe uma judoca e uma atleta de 800 m para Londres-2012

ONU: afegãs sofrem com a violência apesar de progressos

Catar, o oásis político e econômico do mundo árabe

Continua após a publicidade
Publicidade