Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Anac rejusta tarifas dos aeroportos do Galeão e de Confins

Taxas de embarque por passageiro serão de 7,20 reais para voos domésticos e 30,46 reais para voos internacionais. Em conexões, tarifa será de 7,92 reais

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) decidiu reajustar em 3,67% as tarifas de embarque nos aeroportos de Confins (MG) e do Galeão (RJ), recentemente concedidos à iniciativa privada, segundo decisões publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira.

Agora as tarifas de embarque serão de 17,20 reais para voos domésticos e de 30,46 reais para voos internacionais por passageiro, em ambos os aeroportos. Para conexão, a tarifa passará a ser de 7,92 reais por passageiro em voos domésticos e internacionais. “Os novos valores tarifários passam a ser praticados a partir do início do Estágio 3 da Fase I-A do Contrato”, afirmou a agência, sem dar detalhes sobre a data para entrada em vigor dos reajustes.

A Anac reajustou também as tarifas relativas a pouso, permanência, armazenagem e capatazia (serviço utilizado geralmente em portos e estações/terminais ferroviários, onde agentes autônomos fazem o trabalho de carregamento/descarregamento, movimentação e armazenagem de cargas).

Leia também:

Moreira Franco reconhece risco de apagão no Galeão durante a Copa

Dilma quer no Galeão padrão do “melhor do mundo”

Aeroporto do Galeão não vai ficar pronto até a Copa

Em novembro do ano passado, o governo federal realizou um leilão para concessão dos dois aeroportos, sendo que um consórcio com participação da CCR ganhou a disputa por Confins, enquanto um grupo com a Odebrecht ganhou por Galeão. Os vencedores ainda não assumiram totalmente a administração dos aeroportos, já que o governo prevê um tempo de transição das responsabilidades entre a Infraero e as empresas.

​(com agência Reuters)