Clique e assine a partir de 9,90/mês

Alta da Selic muda rentabilidade da caderneta de poupança

Rentabilidade da aplicação passa de 5,6% para 5,95% ao ano

Por Da Redação - 10 jul 2013, 21h19

O aumento de 0,50 ponto porcentual na taxa básica de juros (a Selic), anunciado na noite desta quarta-feira, muda o rendimento das aplicações na caderneta de poupança. A expectativa é que, já na próxima reunião, em agosto, a aplicação volte a ter o mesmo patamar de rentabilidade da regra antiga, que foi mudada em maio do ano passado.

Com a alta, a Selic fica em 8,5% ao ano. Isso muda a rentabilidade da aplicação porque, segundo as novas regras da poupança, a caderneta deve render 70% do valor da Selic mais a variação da Taxa Referencial (TR) – quando a Selic estiver igual ou abaixo de 8,5% ao ano. Se os juros subirem acima desse patamar, volta a valer a regra antiga – que prevê rentabilidade de 6,17% ao ano mais a TR, em qualquer situação. A Selic a 8,5% faz com que os depósitos em poupança a partir de quinta-feira passem a render 5,95% ao ano mais a TR, ante os 5,6% registrados quando os juros estavam em 8%.

Para os depósitos feitos antes de 3 de maio de 2012, nada muda. Nesse caso, o rendimento continua sendo o antigo, de 0,5% ao mês (ou 6,17% ao ano), mais a variação da TR. Para calcular quanto vai ganhar, o poupador deve sempre considerar a Selic vigente no dia em que ele efetuou o depósito.

Desde o ano passado que o rendimento da poupança passou a variar conforme a Selic. Quando os juros caem, a poupança rende menos porque, pelas novas regras, o rendimento fica menor sempre que a Selic estiver em 8,5% ou menos ao ano. A medida foi tomada pelo governo no ano passado para desestimular a migração de investimentos para a poupança, diante da baixa atratividade de outras aplicações de renda fixa atreladas aos juros, como títulos do Tesouro e fundos de renda fixa.

Continua após a publicidade

Leia também:

Poupança tem captação recorde mas ainda perde para a inflação

Poupança tem captação recorde para o mês de abril

Publicidade