Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ações da Europa sobem por indicador e ajuda à Espanha

Por Da Redação - 10 jul 2012, 14h32

Por Sergio Caldas

Londres – As bolsas europeias fecharam em alta nesta terça-feira, sustentadas por uma inesperada melhora na produção industrial do Reino Unido e pela decisão anunciada na véspera pelos ministros das Finanças da zona do euro, de conceder 30 bilhões de euros aos bancos espanhóis até o fim de mês e dar à Espanha um ano a mais para cumprir suas metas de redução do déficit fiscal.

O índice Stoxx Europe 600 terminou o pregão com alta de 0,8%, aos 255,60 pontos, interrompendo uma sequência de quatro baixas seguidas. A ASML Holding NV teve um dos maiores ganhos do índice, de 8,6%, depois de a fabricante de chip anunciar um acordo que deverá levar a Intel a investir mais de US$ 4 bilhões na empresa.

As ações na Europa reagiram positivamente aos dados da indústria britânica. A produção do setor de manufatura do Reino Unido subiu 1,2% em maio ante o mesmo mês do ano passado, quando as expectativas eram de uma queda de 0,2%. Além disso, a produção industrial caiu menos do que o esperado.

Continua após a publicidade

“É um passo na direção certa, mas ainda há muitos problemas por aí. Há a crise do euro e temores em relação a uma desaceleração global”, disse Phil Ball, corretor da Valbury Capital.

Além disso, o ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble, pediu mais cedo nesta terça-feira que a Corte Constitucional alemã rejeite pedidos para que o Mecanismo de Estabilidade Europeu (ESM, na sigla em inglês) seja declarado inconstitucional.

Em Londres, o índice FTSE-100 fechou em alta de 0,7%, aos 5.664,07 pontos. A Royal Dutch Shell avançou 1,1% e a BP ganhou 1,1%. Entre bancos, o Barclays, que recentemente se envolveu no escândalo de manipulação da taxa Libor, teve um expressivo ganho de 2,2% e o HSBC subiu 0,9%.

O índice CAC-40, da Bolsa de Paris, avançou 0,6%, encerrando o dia aos 3.175,41 pontos. O destaque na França foi a Technip, cujas ações saltaram 3%.

Continua após a publicidade

Em Frankfurt, o índice Dax subiu 0,8% e fechou aos 6.438,33 pontos. As montadoras alemãs se destacaram, com a Daimler, BMW e Volkswagen avançando 0,9%, 1,5% e 1,8%, respectivamente.

Em Madri, o índice IBEX-35 finalizou aos 6.726,90 pontos, com alta de 0,6% em relação a segunda-feira. O índice FTSE Mib, da Bolsa de Milão, subiu 0,4% e acabou a sessão aos 13.868,27 pontos. As informações são da Dow Jones.

Publicidade