Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Acionistas da OGX querem que CVM realize audiência

Minoritários descartam, por ora, processar petroleira controlada por Eike Batista

Por Da Redação 13 jul 2013, 15h36

Os acionistas minoritários da OGX descartaram, na reunião deste sábado, dar início a um processo contra a empresa. “Temos consenso de que neste momento, uma ação contra o Eike (Batista, controlador da petroleira) tende a prejudicar a empresa em vez de valorizar”, explicou Willian Magalhães, acionista responsável pela convocação do encontro. A reunião tinha por objetivo debater o futuro da petroleira e discutir como aumentar a influência dos minoritários nas próximas decisões.

Leia também:

OGX confirma que consultou ANP para dar óleo como garantia em leilão

ANP pode obrigar OGX a perfurar mais poços em Tubarão Azul

Ele afirmou, por outro lado, que pretende solicitar à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a realização de uma audiência para que representantes da petroleira expliquem a situação financeira da empresa – que os minoritários acreditam ser de risco. Tanto a audiência quanto a instauração do conselho fiscal são medidas para dar mais transparência ao negócio, avalia Magalhães.

Leia também:

Minoritários querem bloqueio de bens de Eike Batista

Em conversa com jornalistas, Magalhães destacou que o debate entre o grupo de investidores gira em torno de alternativas para levantar a OGX e não causar novas perdas. “O movimento tem a conotação de ajudar a empresa. Todos estamos no mesmo barco e queremos valorizar o ativo”, disse.

Continua após a publicidade

Leia também:

União receberá 41,65% do petróleo de Libra, diz minuta do edital

Eike reduz mais sua participação na OGX

Futuro da OGX foi escrito por Eike 5 anos atrás

Gestora – Na reunião deste sábado, também foi cogitada a possibilidade de fundar uma associação dos minoritários, a contratação de um advogado societário e a criação de uma gestora para trabalhar especificamente com os papeis da OGX. Essas medidas, porém, ainda não foram decididas.

Magalhães se comprometeu a apresentar uma ata da reunião à diretoria de relações com investidores da OGX na segunda-feira, quando também pretende solicitar um encontro com o empresário Eike Batista, controlador da petroleira. “Eu quero olhar nos olhos dele e saber se ainda podemos acreditar na empresa”, disse. Magalhães acrescentou que enviou uma mensagem ao celular de Eike informando sobre a reunião deste sábado, mas que não teve retorno.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade