Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Victor Irajá
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Os motivos para a Eletrobras comemorar a federalização da Cemig

VEJA Mercado: avaliação de alguns analistas é que o governo federal pode concentrar menos esforços para reverter privatização da Eletrobras

Por Diego Gimenes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
23 nov 2023, 11h32

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e o governador Romeu Zema (Novo-MG) articulam um acordo para a renegociação de 160 bilhões de reais em dívidas de Minas Gerais com a União. A negociação envolveria a transferência das participações mineiras na Codemig, Cemig e Copasa para o governo federal, além de processos judiciais decorrentes da tragédia de Mariana e um novo programa de refinanciamento da dívida estadual. Os termos pegaram o mercado de surpresa e as ações da Cemig, a companhia de energia de Minas, fecharam em queda de 10% na última quarta-feira, 23.

Apesar da ingrata surpresa, alguns analistas entendem que as mudanças no tabuleiro podem ser positivas para a Eletrobras. A avaliação é que o governo federal teria em mãos a sua própria empresa de energia e poderia concentrar menos esforços na reversão da privatização da Eletrobras. “A Cemig passaria a ser a Eletrobras que o governo não conseguiu ter. Caso a federalização se conclua, podemos ter uma leitura positiva para a Eletrobras dado que o governo já teria uma utility para chamar de sua”, escrevem os analistas do BTG Pactual em relatório enviado a clientes.

Siga o Radar Econômico no Twitter

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.