Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

A antiga desafeta de Bolsonaro que salvou as contas do governo em setembro

VEJA Mercado: país teve superávit de R$ 11 bilhões em setembro

Por Diego Gimenes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 28 out 2022, 15h25 - Publicado em 28 out 2022, 09h23

O lucro das estatais – e seus dividendos – livraram as contas do governo federal de um déficit no último mês de setembro. Essa é a leitura da XP Investimentos. O resultado primário do governo atingiu superávit de 11 bilhões de reais em setembro, ante déficit de 50 bilhões em agosto e superávit de 600 milhões em setembro de 2021. Houve queda nas receitas relacionadas aos cortes de impostos sobre combustíveis e também uma maior despesa relacionada a transferências de renda. “Por outro lado, as receitas de dividendos garantiram um resultado positivo. Sem elas, esperaríamos um déficit em torno de 2 bilhões de reais”, estima a XP. A Petrobras, sozinha, já pagou mais de 100 bilhões de reais em dividendos aos seus acionistas em 2022. O governo federal tem direito a quase 40% dessa quantia por ser o acionista majoritário da empresa.

Em maio, o presidente Jair Bolsonaro disse que o lucro da Petrobras era um estupro depois de a companhia revelar seus resultados referentes ao primeiro trimestre do ano. “Ela deve ter a função social. Petrobras, estamos em guerra. O lucro de vocês é um estupro, é um absurdo”, afirmou. “Se continuar tendo lucro dessa forma, aumentando o preço do combustível, vai quebrar o país […] E o pessoal da Petrobras não entende ou não quer entender, ou só estão de olho no lucro”, disse à época. Em julho, contudo, o pedido foi para que as estatais antecipassem o repasse de dividendos para cobrir os gastos eleitorais previstos pela famigerada PEC das Bondades. Agora, foi justamente o lucro das estatais que permitiu o governo fechar as contas de setembro no azul. A previsão da XP é que as contas do país fechem o ano em superávit primário de 64,8 bilhões de reais.

Siga o Radar Econômico no Twitter


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.