Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Burger King age para evitar vazamentos de informações estratégicas

Desconfiança dos concorrentes

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 23 mar 2018, 16h27 - Publicado em 22 mar 2018, 14h04

A cúpula do Burger King Brasil ficou irada ao ver a publicação dos maus resultados da rede no início deste mês.

Na tentativa de evitar que informações negativas venham a público, a empresa alterou o sistema de tabulação de dados e restringiu o o acesso a informações consideradas estratégicas, como as relativas a vendas.

Quem comanda a comppanhia propaga a tese de que o BK vem sendo vítima de espionagem industrial. Não é difícil imaginar de qual concorrente eles desconfiam.

(A assessoria do BK entrou em contato para informar que, após ter aberto o capital, a empresa aperfeiçoou processos para atender normas de mercado de divulgação de dados).

Continua após a publicidade

Publicidade