Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A safra de pequenas vinícolas gaúchas agora disponível no varejo online

Plataforma Evino amplia catálogo com rótulos de produtores desconhecidos do grande público

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 11 jun 2020, 16h53 - Publicado em 11 jun 2020, 18h32

O período de quarentena afetou pequenos empreendedores que dependem do comércio físico para manter os negócios. Se considerarmos aqueles que dependem também do turismo, a situação é ainda pior. Assim, para incentivar produtores de vinhos brasileiros prejudicados pela crise, a Evino aproveitou a celebração da Semana Nacional do Vinho para destacar vinícolas do Rio Grande do Sul garantindo a venda de rótulos em seu site.

Até o final de junho, os consumidores poderão escolher rótulos das vinícolas Cainelli, Don Giovanni, Don Guerino e Bertolini, disponíveis para compra pelo site ou aplicativo em todas as regiões do Brasil. Na primeira semana da ação, 70% do estoque foi vendido. Ao todo foram mais de 1.000 pedidos — e mais de 30% dos pedidos foram de três garrafas ou mais, impulsionados pelo frete grátis oferecido nas compras com três ou mais rótulos.

Roberto Cainelli Jr., sócio-proprietário e enólogo, explica que a vinícola Cainelli, localizada em Bento Gonçalves (RS), é o projeto de vida da família. Seu desejo é aproximar os apaixonados por vinho. “Vendemos história e cultura. O vinho é só a melhor parte disso”, afirma. Para Roberto, pontos muito técnicos distanciam os consumidores dos produtos que eles produzem. “O vinho é o sangue da terra, é a mais intensa união entre o homem e a natureza. Ele é versátil como a gente e é para todos – se não tem um vinho que você gosta, é porque ainda não provou todos”, completa.

“Os pequenos produtores, em especial os gaúchos, têm grande parte de seu faturamento associado às atividades de enoturismo e à compra na loja da vinícola. Com o período de quarentena, eles viram sua fonte de receita cessar da noite para o dia. Nos mobilizamos para selecionar alguns deles e convidá-los a comercializar seus produtos por meio das plataformas digitais da Evino, aumentando sua visibilidade e assegurando vendas nesse momento delicado”, explica Ari Gorenstein, da Evino.

Continua após a publicidade
Publicidade