Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Prefeito de Maceió tenta barrar pagamento de R$ 2 bi a Renan Filho

Valor equivale à outorga pela concessão dos serviços de água e esgoto na região metropolitana de Alagoas

Por Josette Goulart 22 jun 2021, 19h39

O prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PSB), notificou extrajudicialmente a Brookfield para tentar barrar o depósito de 2 bilhões de reais equivalente à outorga que deve ser paga pela BRK Ambiental ao governo de Alagoas,  sob o comando de Renan Calheiros Filho. A Brookfield detém 70% de participação e o FI FGTS outros 30% na BRK Ambiental. O pagamento deve ser feito até julho e e é referente ao leilão da concessão dos serviço de água e esgoto para a região metropolitana de Alagoas. O prefeito alega que as outorgas teriam que ser pagas aos municípios, que, segundo ele, detêm os direitos da concessão dos serviços. Será difícil que a empresa deixe de realizar o pagamento com uma simples notificação extrajudicial, já que por outro lado tem a obrigação por contrato com Alagoas de fazer o pagamento. De qualquer forma, como noticiou a coluna Radar, o caso da concessão feita por Alagoas foi parar no Supremo por conta de um processo movido pelo PP, partido do presidente da Câmara, Arthur Lira, e adversário político de Renan Calheiros. 

+Lira tenta tirar cheque de R$ 2 bi das mãos dos Calheiros em Alagoas

 

Publicidade