Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Para se reerguer, Ricardo Eletro faz trocas em time de executivos

Após fechar mais de 300 lojas, Ricardo Eletro investe para ganhar terreno no comércio eletrônico

Por Felipe Mendes - Atualizado em 7 out 2020, 18h40 - Publicado em 7 out 2020, 18h33

Depois de ter encerrado mais de 300 lojas e solicitar recuperação judicial, a Ricardo Eletro está tentando se reerguer. Com o foco no aprimoramento de seu comércio eletrônico, a varejista anunciou mudanças em seu corpo executivo. Ex-vice presidente da Samsung no Brasil, Tony Firjam assume o posto de diretor de desenvolvimento de negócios da Ricardo Eletro. Seu papel será estreitar o relacionamento com a indústria e demais varejistas que operem no marketplace da empresa. Além da Samsung, Firjam passou por outras gigantes do setor de eletroeletrônicos como Apple e Epson. Fora isso, trouxe a Netgear, companhia voltada à conectividade, ao Brasil. Marcelo Marques, por sua vez, assume como o novo head de marketing da varejista. Antes da Ricardo Eletro, ele liderou ações para construção de marca e desenvolvimento de vendas e negócios de empresas como Nextel, Vivo, Red Bull e Johnson & Johnson. Ambas as contratações são apostas da Ricardo Eletro para recuperar sua credibilidade ante o consumidor e mitigar qualquer desconforto de companhias parceiras após a diluição de sua operação física.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade