Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Mercado teme que bolsa volte ao patamar dos 100 mil pontos

VEJA Mercado: Ibovespa recua 4,22% no acumulado da semana e investidores temem que orçamento, Fed e Europa façam índice recuar aos dois dígitos

Por Diego Gimenes Atualizado em 19 nov 2021, 19h17 - Publicado em 20 nov 2021, 09h17

VEJA Mercado | Fechamento da semana | 16/11 a 19/11.

Nem mesmo a tímida alta de 0,59% do Ibovespa na sexta-feira, a 103.035 pontos, melhorou o humor do mercado para as próximas semanas. Para os analistas, o índice, que recuou 4,22% no acumulado da semana, pode, sim, voltar ao patamar dos 100 mil pontos. “O risco é real porque a gente pode ter uma correção mais forte do mercado externo, pressionado pela possível antecipação do tapering pelo Fed e pelo lockdown na Europa, que influencie o Ibovespa”, diz Mauro Orefice, diretor de investimentos da BS2 Asset. Além disso, a famigerada PEC dos Precatórios, que uma hora vai, mas outra hora vem, também indica uma incerteza muito grande que preocupa os especialistas. “Aversão ao risco na veia, é uma das únicas bolsas que está em queda no mundo. Temos os mesmos problemas do mundo inteiro, mas aqui eles são somados a uma incerteza política e econômica que tira qualquer tipo de previsibilidade da bolsa”, avalia Pedro Galdi, analista da Mirae Asset. Enquanto isso, o dólar subiu 2,88% na semana, a 5,61 reais. Com Fed, lockdown e precatórios no radar, a próxima semana promete ser de fortes emoções para os investidores.

Publicidade