Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Carlyle aumenta a aposta no Madero, mesmo após dívida explodir

Rede de restaurantes receberá aporte de R$ 300 milhões

Por Josette Goulart 22 nov 2021, 09h31

Depois de registrar prejuízo, uma dívida quase bilionária que cresceu 80% em um ano e adiar seu IPO, o Madero, do empresário bolsonarista Luiz Renato Durski, foi salvo pelo sócio americano. O fundo Madri, da gestora Carlyle, vai aportar mais 300 milhões de reais na empresa. O fundo já detinha mais de 20% da companhia, quando aportou 700 milhões na rede de restaurantes Madero e Jeronimo, em 2019. Segundo comunicado enviado ao mercado, Durski seguirá como principal acionista.

Publicidade