Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulheres com silicone nas mamas serão rastreadas

Por AE

São Paulo – A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) vai passar a rastrear todas as mulheres que implantam próteses de silicone nas mamas por meio de um cadastro nacional que entrará em vigor neste mês. A ferramenta, chamada Cadastro Nacional de Implantes Mamários (CNIM), é uma iniciativa inédita da própria sociedade de médicos e não envolve órgãos do governo. O objetivo é ter uma ferramenta que mapeie de maneira eficaz todas as mulheres que colocaram ou retiraram próteses, incluindo numeração, marca e os motivos do implante.

Segundo a cirurgiã Wanda Elizabeth Correa, presidente da Comissão de Silicone da SBCP, o projeto começou a ser planejado há cerca de oito anos e ganhou fôlego em 2004, após um surto de contaminação por bactérias em mulheres que haviam implantado silicone na região de Campinas (SP). Assim como hoje, naquela época, não havia um cadastro unificado, o que dificultou a localização de mulheres que poderiam ter problemas. As informações são do Jornal da Tarde.

AE