Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo faz campanha para atualizar carteira de vacinação

A partir deste sábado, menores de 5 anos devem ser levados aos postos. Até o dia 30, cada criança será imunizada com as vacinas que ainda não recebeu

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, participou, em Brasília, do Dia D de mobilização da campanha nacional para atualização da caderneta infantil. A partir deste sábado, crianças menores de cinco anos devem ser levadas aos postos de vacinação para que a caderneta seja avaliada. As que não estiverem com a caderneta em dia serão imunizadas com as doses necessárias. Os responsáveis devem ficar atentos porque o prazo para atualização termina no dia 30.

Segundo o Ministério da Saúde, até o dia 30 deste mês, serão oferecidas todas as vacinas do calendário básico infantil, como a tríplice viral (contra sarampo, rubéola e caxumba), a DTP (difteria, tétano e coqueluche) e a inativada poliomielite (VIP), que imuniza contra a paralisia infantil.

“Esta é uma oportunidade para checar se as crianças estão com todas as vacinas em dia. Não podemos esquecer que a criança só fica, realmente, protegida depois que tomar todas as doses previstas no calendário básico”, alertou o ministro.

Tablets e smartphones – Durante a mobilização, o ministro Alexandre Padilha anunciou o lançamento do aplicativo Vacinação em Dia para tablets e smartphones, que será disponibilizado pelo Ministério da Saúde a partir deste sábado. A ferramenta é uma forma fácil, moderna e ágil de acompanhar o calendário vacinal de crianças e adultos.

No dispositivo, estão cadastradas todas as vacinas ofertadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A partir da inclusão de informações sobre a primeira vacina no calendário, o aplicativo calcula quando a pessoa deve voltar ao posto para uma nova imunização e envia um lembrete por mensagem.